Chefs repudiam 'pacote do veneno', que pode reduzir o controle sobre agrotóxicos

Chefs repudiam 'pacote do veneno', que pode reduzir o controle sobre agrotóxicos

As amigas Chef Cris Mota e Chef Ludmyla Lobo, através de evento criado no Facebook, convocam a sociedade para discutir e conscientizar as pessoas sobre a importancia de barrar o Projeto de Lei (PL) 6299/2002, conhecido como “Pacote do Veneno”.

O encontro acontece na próxima sexta, dia 18 de maio às 16h30 no Vão Livre do MASP, veja detalhes do evento na página do Facebook.

Ao liberar ainda mais o uso de agrotóxicos no país, o Pacote do Veneno vai contra a vontade da sociedade brasileira – segundo pesquisa IBOPE, 81% dos brasileiros considera que a quantidade de agrotóxicos aplicada nas lavouras é “alta” ou “muito alta”.

É inadmissível num país como o Brasil, rico em flora e fauna, não seja o maior protetor e zelador dessa imensurável riqueza, comenta Chef Cris.

O coordenador da 4ª Câmara do Ministério Público Federal, subprocurador-geral da República Nívio de Freitas Silva Filho, denuncia que o projeto 6.299/2002 viola seis artigos da Constituição e submete à política agrícola o direito à saúde, ao meio ambiente e a defesa do consumidor.

A presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Elisabetta Recine, pediu à Comissão Especial que rejeite o projeto porque ele “viola diversos direitos, especialmente o Direito Humano à Alimentação Adequada e Saudável”. Lembrou que o Consea defende a redução do uso dos agrotóxicos em função dos diversos impactos diretos e indiretos na saúde humana, tais como vários tipos de câncer, mutação genética, autismo e má formação fetal”.

A Fiocruz emitiu nota em que afirma que o “Pacote do Veneno” negligencia a promoção da saúde e a proteção da vida. “As alterações propostas representam um retrocesso que põe em risco a população, em especial grupos populacionais vulnerabilizados, como mulheres grávidas, crianças e trabalhadores envolvidos em atividades produtivas que dependem da produção ou uso de agrotóxicos.”

#NaoNoNossoPrato

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu nome

Mensagem