Trabalhadores do McDonald's podem ser beneficiados com pagamento de PLR que pode chagar em R$1.800

Trabalhadores do McDonald's podem ser beneficiados com pagamento de PLR que pode chagar em R$1.800

Uma ação inédita movida pelo Sinthoresp – Sindicato dos Trabalhadores de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de São Paulo e região, está injetando quase R$ 4 milhões na economia brasileira bem em meio à pandemia do Covid-19. Cerca de 7 mil ex-colaboradores da rede de fast food McDonald’s conquistaram o direito de receber até R$ 1.800 cada, referente à participação nos lucros do período de 05 de junho de 2012 a 05 de junho de 2015. O problema é que metade desses trabalhadores ainda não se apresentaram para receber o benefício.

O direito foi conquistado quando, em 2014, um grupo de trabalhadores procurou o Sinthoresp para questionar sobre o pagamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR), instituído pela empresa. O departamento jurídico notou que o pagamento deste incentivo não obedecia à lei 10.101/2000, pois teria sido realizado sem a presença do sindicato representante dos trabalhadores. Além de beneficiar esses cerca de 7 mil ex-empregados, o acordo também possibilitou, desde 2015, que o McDonald´s negociasse o pagamento do PPR com o Sinthoresp, o que garantiu aos colaboradores da ativa um pagamento da verba de forma mais justa e como determina a lei.

Entretanto, até abril de 2020, pouco mais de 3,5 mil ex-funcionários foram localizados e receberam mais de R$ 2.412.200. “Estamos em um trabalho incansável para localizar esses trabalhadores e fazer o pagamento desse benefício a eles. Mandamos cartas para os seus endereços, mas ainda não conseguimos localizar os demais ex-funcionários”, destaca o gerente jurídico do Sindicato, Dr. Antonio Carlos Nobre Lacerda.

Todos os profissionais que trabalharam na empresa no período mencionado têm direito ao PPR. O valor é calculado com base no período trabalhado, sendo R$ 50 por mês, o que pode chegar ao montante de até R$ 1.800. Os beneficiários devem acessar o site www.trabalhoutemdireito.com.br e preencher um formulário com documentos pessoais, como RG, CPF, carteira de trabalho e a conta bancária em nome do trabalhador para depósito. Uma vez validados, o McDonald’s faz o pagamento. “Em um momento de crise como esse, esse dinheiro pode ser um alívio para muitos trabalhadores”, conclui o gerente jurídico do Sinthoresp.

Mais informações: www.trabalhoutemdireito.com.br

Fonte: Assessoria


Compartilhe este post com as pessoas em suas redes sociais e marque o perfil. Curta e siga o @gastronomidiaoficial no Facebook ou no Instagram.

Nós também estamos no WhatsApp, adicione o nosso número (11) 97725-5667 em seus contatos ou utilize este link para falar com a gente.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu nome

Mensagem